shadow

Após as quatro etapas classificatórias, onde os principais nomes do kartismo brasileiro disputaram 12 vagas em campeonatos nacionais e regionais, foram selecionados os pilotos que participarão na próxima semana (dias 28 e 29) da final da Seletiva de Kart Petrobras, no kartódromo internacional de Guaratinguetá, no interior de São Paulo. Entre eles, cinco estarão pela primeira vez no evento que distribui a maior premiação do kartismo do país.

Além do prêmio de 60 mil reais para o campeão e da participação no programa de orientação de pilotos – com teste em uma equipe de Fórmula na Europa, simulador de F-1, participação no Mitsubishi Driving Experience com Ingo Hoffman, preparação física e mental com Nuno Cobra Jr., entre outros, para os quatro melhores na final, os estreantes ainda disputarão o Troféu Lubrax, que premia o melhor classificado com uma quantia de 5 mil reais.

Os estreantes da 16ª edição da Seletiva de Kart Petrobras são os paulistas Yurik Carvalho, Matheus Iorio e Mauro Auricchio, o carioca Zaiya Fontana e o gaúcho Victor Matzenbacker. Todos já estão se preparando para a grande final e esperam obter o melhor resultado possível na prova.

Matzenbacker, o primeiro estreante a conseguir a vaga na Copa Sorriso Campeão, em maio, contou sobre a expectativa da corrida e o que espera da primeira final da Seletiva de Kart Petrobras. “Acredito que será um campeonato muito disputado e diferente. A forma como será feito, tanto treinos, tomadas e corridas, irá impor um grau de dificuldade maior para todos os pilotos, valorizando ainda mais as disputas e qualidades de cada um. Sem dúvida a premiação para o melhor estreante me motiva mais, pois é um incentivo e uma oportunidade para quem nunca disputou nessas condições de prova. Os melhores kartistas do Brasil estarão presentes na final, e tenho certeza que serão provas muito disputadas, proporcionado belas corridas para o público e organização”, declarou o piloto de 16 anos.

Vice-campeão Brasileiro na categoria Graduados em 2014, Zaiya Fontana também espera um bom resultado em sua primeira vez na prova. “A expectativa para corrida é muito boa. Será a primeira vez na final da Seletiva e espero conseguir o melhor resultado possível. Essa será uma das corridas mais difíceis que já competi, estarão os 12 melhores kartistas do Brasil, vou ter que me dedicar ao máximo para conseguir um bom resultado”, e completa: “A Seletiva vai ser muito boa como aprendizado, é uma corrida que vai dar muita experiência, não só pelos pilotos que estão disputando, mas também pela premiação. Nunca competi com uma premiação tão alta”.

Já o paulista Matheus Iorio, que conseguiu sua vaga na etapa do Maranhão, está animado com a final e principalmente com a nova premiação. “É muito bom fazer parte da Seletiva pela primeira vez. No ano passado, tentei a vaga, mas me envolvi em um acidente. Fico feliz de ter conseguido a vaga e, para a final, quero aprender bastante e ganhar, é o sonho de qualquer um, mas o grande objetivo é ficar entre os quatro primeiros, agora com a nova premiação é bem importante estar na frente para fazer parte do programa da Seletiva”, disse o piloto de 17 anos.

Patrocinada pela Petrobras e Petrobras Distribuidora, a Seletiva já está em sua 16ª edição e é um dos principais eventos de kart do país. Além dos cinco estreantes, mais sete kartistas com experiência na disputa estarão no grid em busca da premiação principal. São eles: Vitor Baptista, Vinicius Papareli, Renato Júnior, Pietro Rimbano, Matheus Leist, Bruno Bertoncello e Joaquim Junqueira.

Seletiva de Kart Petrobras – Criada em 1999, com o patrocínio da Petrobras e Petrobras Distribuidora, a Seletiva foi composta por quatro etapas classificatórias em 2014, realizadas dentro dos principais campeonatos regionais do país. Doze pilotos foram selecionados para a grande final, onde competem em condições de igualdade. Participam do torneio kartistas entre 15 e 18 anos. Desde 2012, ex-campeões não podem defender seus títulos. Em média, aproximadamente 110 pilotos tentam a vaga na final da Seletiva por ano e, em 15 anos, mais de 150 já estiveram disputando a final.

Considerada uma referência entre os kartistas do Brasil, a Seletiva de Kart Petrobras é reconhecida (desde 2001) como evento oficial da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) e da Comissão Nacional de Kart (CNK).

Além da maior premiação em dinheiro do kartismo nacional, a Seletiva de Kart Petrobras este ano vai contemplar os quatro primeiros colocados na final com a participação em um programa de orientação de pilotos, que inclui um teste com simulador de F-1 na Europa, um teste com uma equipe do automobilismo de base europeu, com a orientação de um coach, acompanhamento físico e psicológico, participação no Mitsubishi Driving Experience, palestra sobre marketing e media training. A premiação total – somando todas as ações – deve chegar a 250 mil reais. O campeão receberá 60 mil reais em dinheiro.

Os finalistas disputam o título com chassis da fábrica Birel Sudam – que há mais de 10 anos apoia o evento.

Foto: O vencedor da etapa do Maranhão, Yurik Caravalho, é mais um grande nome no grid – (Fabio Oliveira/Radical Motors)

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do KartSP.

Comentários