shadow

Nem mesmo a forte neblina que tomou conta da região do kartódromo do Velopark, em Nova Santa Rita (RS), conseguiu tirar o brilho de mais um dia de disputas na categoria Graduados, dentro da segunda fase do Campeonato Brasileiro de Kart, que realiza sua edição histórica de número 50. Nesta sexta-feira (dia 24), aconteceu a segunda bateria e a Pré-Final e o domínio foi novamente do carioca Olin Galli, campeão da Seletiva de Kart Petrobras 2013, e que neste sábado (25) tenta seu sexto título nacional, largando da pole position.

A disputa também valerá mais três vagas na final da Seletiva de Kart Petrobras 2015, que desde 1999 – com o apoio da Petrobras e Petrobras Distribuidora – distribuiu a maior premiação do kartismo nacional.

Como ex-campeão, Galli não pode disputar novamente a final da Seletiva, bem como os veteranos André Nicastro e Dennis Dirani – segundo e terceiro colocados, respectivamente, na Pré-Final -, que não têm mais idade para participar do evento (entre 15 e 18 anos).

Nesta briga, o paulista Gabriel Sereia, de 16 anos, vem chamando a atenção. O piloto foi o quarto colocado na Pré-Final, que definiu a ordem de largada deste sábado, a partir das 10h30. Outro destaque é o brasiliense Murilo della Coletta, também de 16 anos, que ficou em décimo. E na luta pela terceira vaga, o mineiro Paulo Victor, que já foi finalista da Seletiva em 2013, apareceu bem nas provas desta sexta e está no páreo. Ele completou a Pré-Final em 13º, após largar em 21º.

A disputa da Pré-Final foi bastante tumultuada, com duas bandeiras vermelhas. A primeira delas, na volta de número 3, foi acionada após o acidente do piloto Nathaniel Bueno. Na relargada, um novo acidente, desta vez com o carioca Zaiya Fontana, paralisou mais uma vez a prova. Felizmente, os dois pilotos nada sofreram. No final, a disputa contou com 11 voltas e, no acumulado, Galli ficou com a vitória.

Melhor entre os pilotos que podem brigar pela vaga na final da 17ª edição da Seletiva de Kart Petrobras, Sereia elogiou a evolução do seu kart e está confiante para a final deste sábado. “Melhoramos bastante o kart de ontem pra hoje. Ainda falta um pouco, mas estou contente com a evolução e agora já posso pensar na briga pelo título”, comentou o paulista do kart #65.

Já Coletta acredita que o resultado desta sexta poderia ter sido ainda melhor, mas perdeu muito rendimento na disputa. “Larguei em 13º, cheguei a estar entre os sete primeiros, depois das paralisações, mas meu kart perdeu muito rendimento. Ainda não sabemos onde está o problema, se foi algo no motor ou um erro na calibragem dos pneus, mas vamos trabalhar para melhorar para amanhã”, disse o brasiliense (kart #77), que também foi punido em três segundos ao final da prova, por atitude antidesportiva. “Vamos entrar com recurso para tentar reverter essa punição, pois acredito que não tive culpa”, completou o kartista.

Enquanto isso, o mineiro Paulo Victor mostrou-se satisfeito com sua evolução no Velopark e a chance de estar novamente entre os finalistas da Seletiva. “A maioria dos pilotos testou aqui antes do Brasileiro e eu não pude vir. Então, comecei o final de semana mais atrás e vim evoluindo. Estou muito contente, porque estava tomando três segundos e agora tomo apenas meio. Vou largar em 13º e sei que não será fácil brigar pelo título, mas espero terminar com a vaga da Seletiva”, declarou o mineiro do kart #7.

A 50ª edição do Brasileiro de Kart, escolhida como a segunda etapa classificatória da Seletiva 2015, terá mais três pilotos selecionados para a final em novembro. Serão 12 pilotos concorrendo ao maior prêmio do kartismo nacional e à participação em um programa de orientação, que inclui treino com simulador de F-1, teste com equipe de base do automobilismo europeu, participação no Mitsubishi Racing Experience, entre outros.

No final de junho, em Aldeia da Serra (SP), três pilotos – que inclusive estão correndo no Brasileiro – já garantiram suas vagas para a final da Seletiva 2015: o gaúcho Bruno Bertoncello, o carioca Zaiya Fontana e o paulista Gaetano di Mauro.

Confira o resultado da Pré-Final da Graduados no Velopark (15 primeiros):

1. 1-OLIN V. GALLI – FAERJ, 11 voltas
2. 28-ANDRE NICASTRO – FAERJ, a 2s427
3. 128-DENNIS DIRANI – FASP, a 4s197
4. 65-GABRIEL SEREIA – FASP, a 4s347
5. 95-YURIK FARIA DE CARVALHO – FASP, a 5s662
6. 53-LUCA TRAVAGLINI – FAEM, a 8s089
7. 108-LUIS MATHEUS T. CASTRO – FGA, a 8s180
8. 83-GABRIEL M. CASAGRANDE – FPRA, a 10s142
9. 2-BRUNO BERTONCELLO S. – FGA, a 10s290
10. 77-MURILO DELLA COLETTA – FAEM, a 11s818
11. 17-ANDRE FLECK VOLLMER – FGA, a 19s776
12. 111-GAETANO G. S. DI MAURO – FPRA, a 20s661
13. 7-PAULO V. S. O. LIMA – FMA, a 21s857
14. 47-NATHANIEL P. S. BUENO – FPRA, a 23s145
15. 117-LUIZ FILIPE T. MATHEUS – FASP, a 24s629

Confira a programação do Campeonato Brasileiro de Kart / Graduados (segunda fase do evento):

Sábado, dia 25
8h00 às 8h07 – Warm up
10h30 – Final

Seletiva de Kart Petrobras – Criada em 1999, com o patrocínio da Petrobras e Petrobras Distribuidora, a Seletiva é composta por quatro etapas classificatórias em 2015, realizadas dentro dos principais campeonatos regionais do país. Doze pilotos serão selecionados para a grande final, onde competem em condições de igualdade. Participam do torneio kartistas entre 15 e 18 anos. Desde 2012, ex-campeões não podem defender seus títulos. Em média, aproximadamente 110 pilotos tentam a vaga na final da Seletiva por ano e, em 16 anos, quase 200 já estiveram disputando a final.

Considerada uma referência entre os kartistas do Brasil, a Seletiva de Kart Petrobras é reconhecida (desde 2001) como evento oficial da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) e da Comissão Nacional de Kart (CNK).

Além da maior premiação em dinheiro do kartismo nacional, a Seletiva de Kart Petrobras contemplará três competidores com a participação em um programa de orientação de pilotos, que inclui um teste com simulador de F-1 na Europa, um teste com uma equipe do automobilismo de base europeu, com a orientação de um coach, acompanhamento físico e psicológico, experiência com carros de turismo no Brasil, palestra sobre marketing e media training. A premiação total – somando todas as ações – chega a 250 mil reais. O campeão receberá 64 mil reais em dinheiro.

Os finalistas disputam o título com chassis fornecidos pela fabricante Bravar.

Classificados 2015 (três de 12 vagas já definidas):

Bruno Bertoncello (RS)
Zaiya Fontana (RJ)
Gaetano Di Mauro (SP)

Confira as demais provas do calendário da 17ª edição da Seletiva de Kart Petrobras:

Fase Classificatória
25 de julho – 2ª etapa (Campeonato Brasileiro de Kart) – Velopark, Nova Santa Rita (RS)
29 de agosto – 3ª etapa (Copa Norte de Kart) – São Luís (MA)
17 de outubro – 4ª etapa (Copa Brasil de Kart) – Vespasiano (MG)

Final

3 e 4 de novembro – Kartódromo Granja Viana – Cotia (SP)
* Sujeito a alterações

Foto: Largada da Pré-Final no Velopark – (Fábio Oliveira / Radical Motors)

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do KartSP.

Comentários