shadow

Foi uma manhã especial para Mick Schumacher no Hungaroring. O piloto alemão, que vinha de primeira metade de temporada difícil na Fórmula 2, desencantou ao conseguir a primeira vitória neste domingo (4). Largando da pole-position por conta do grid invertido, Mick não cometeu erros na corrida 2 do fim de semana e garantiu que Nobuharu Matsushita não teria chances de roubar a vitória.

 

A corrida complementar do fim de semana da F2 teve jeito de jogo de Xadrez por momentos. Matsushita passou as 28 voltas em segundo, sempre com Schumacher por volta de 1s ou menos adiante. Só que o japonês, talvez cauteloso com o equipamento, nunca encontrou um jeito de realmente ensaiar ultrapassagem. A situação certamente preocupava Mick, só que a vitória havia de vir sem grandes dramas.

 

O pódio ainda teve presença brasileira. Sérgio Sette Câmara fechou a primeira volta em terceiro e por lá ficou ao longo da corrida. O piloto da Dams teve apenas uma chance clara de ultrapassagem sobre Matsushita, mas que falhou por detalhes. Nas voltas finais, já sem o mesmo rendimento de outrora, Sérgio focou apenas em garantir um pódio ao se defender de Jordan King, quarto.

Mick Schumacher venceu na Hungria (Foto: Reprodução/TV)

Jack Aitken terminou em quinto, sem atacar ou ser atacado. Nyck de Vries, em dia sem muitos destaques, foi sexto. O resultado foi importante, já que o rival Nicholas Latifi ficou preso atrás, em sétimo. Luca Ghiotto fechou a zona de pontos, apesar de largada tenebrosa.

Saiba como foi a corrida 2 da Fórmula 2 na Hungria

A largada foi tranquila para Mick Schumacher, que fez bom uso da pole invertida para se sustentar em primeiro lugar sem sequer ser ameaçado. Nobuharu Matsushita seguia em segundo após se defender de Sérgio Sette Câmara, que já tinha deixado Jordan King para trás.

 

Jack Aiten, Nyck de Vries, Nicholas Latifi e Nikita Mazepin fechavam a zona de pontos. Os quatro tinham algo em comum: só ganharam uma posição – a de Luca Ghiotto, que teve largada tenebrosa e despencou de quinto para nono.

 

Já na terceira volta a corrida estava ganhando contornos mais estratégicos. Poucos pilotos de fato buscavam ultrapassagens, levando o começo de prova com cautela.

Nobuharu Matsushita (Foto: FIA F2)

Nas primeiras posições, Matsushita simplesmente não conseguia fazer muito contra Schumacher. O japonês chegou a se aproximar mais em determinado momento, mas sem ter chances reais de passar. O alemão voltou a abrir pouco depois, mas não muito. A vantagem parecia consolidada entre 1s e 2s. Nobuharu tinha, na verdade, que se preocupar mais com a ameaça de Sette Câmara, colado na traseira.

 

A volta 8 trouxe o primeiro abandono da corrida. Tatiana Calderón foi tocada por Arjun Maini em disputa por posição, com a suspensão da colombiana quebrando. O carro da Arden ficou estacionado na saída da curva 1, onde foi rapidamente resgatado.

O tempo passava sem grandes disputas por posição. Foi só na 16 que Sette Câmara resolveu animar as coisas: o brasileiro mergulhou na curva 1 para passar Matsushita e até passou a sensação de que teria sucesso, só que uma leve destracionada na saída permitiu que o japonês recuperasse o segundo lugar.

Sérgio Sette Câmara (Foto: FIA F2)

Isso poderia ser um alívio para Schumacher, mas não foi. O alemão não conseguia abrir vantagem de jeito nenhum, com Matsushita já consolidado menos de 1s atrás. O japonês tinha uso de DRS em cada volta, mas ainda sem dar um jeito de tentar tomar posição.

A 28ª volta começou ainda sem que Matsushita apostasse em algo ousado. O japonês apostava na pressão, mas isso não seria suficiente. Schumacher, assim, seguiu em frente para receber a bandeira quadriculada e garantir um momento marcante no automobilismo.

F2 2019, Hungaroring, corrida 2:

1 M SCHUMACHER Prema 28 voltas  
2 N MATSUSHITA Carlin +1.4  
3 S SETTE CÂMARA DAMS +3.3  
4 J KING MP +4.1  
5 J AITKEN Campos +4.9  
6 N DE VRIES ART +11.4  
7 N LATIFI DAMS +12.3  
8 L GHIOTTO UNI-Virtuosi +12.9  
9 G ZHOU UNI-Virtuosi +13.8  
10 C ILOTT Charouz +23.8  
11 A HUBERT Arden +26.8  
12 G ALESI Trident +29.5  
13 L DELÉTRAZ Carlin +35.7  
14 J CORREA Charouz +38.5  
15 N MAZEPIN ART +39.9  
16 A MAINI Campos +40.0  
17 S GELAEL Prema +40.7  
18 R BOSCHUNG Trident +42.8  
19 M RAGHUNATHAN MP +59.6  
20 T CALDERÓN Arden +21 voltas NC

ASSISTA AO PRANCHETA GP

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

Fonte Oficial: Grande Prêmio

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do KartSP.

Comentários