shadow
No meio dos raios e nuvens que interromperam a corrida em Pocono, quem viu o sol foi Will Power. O australiano da Penske saiu com a vitória, quebrando um jejum de 15 provas sem triunfar na Indy.

 

Largando em quinto, Power batalhou pela liderança com Scott Dixon e Simon Pagenaud, e após a última rodada de pit-stops antes da corrida ser interrompida, superou Dixon na pista e tinha vantagem confortável até a bandeira vermelha. O piloto citou a recuperação que precisou fazer na corrida após um problema durante a primeira bandeira amarela, e agradeceu o esforço do time.

 

“Tive alguns problemas na corrida, mas fui me recuperando. Agradeço muito ao time, me deram um grande carro. Economizei combustível quando deu. Estava muito determinado, queria muito vencer. É o meu 13º ano seguido vencendo corridas, pensei um pouco nisso. Mas vencer uma corrida pra esses caras que trabalharam muito o ano inteiro, mas que não conseguiram resultados”, comentou em entrevista à NBCSN.

Will Power (Foto: Indycar)

Apesar de cortar a desvantagem para Josef Newgarden, que agora é de 128 pontos, Power admitiu que não pensa mais no bicampeonato em 2019. Faltam três etapas para o fim da temporada. 

 

“Sim [sobre abandonar a disputa]. Eu deixei para lá. Não vai acontecer para mim este ano, então tanto faz”, completou.

 

 

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

Fonte Oficial: Grande Prêmio

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do KartSP.

Comentários