shadow
Pedro Piquet mostrou grande satisfação com o desenrolar de sua temporada em 2019. Disputando a nova Fórmula 3 e terminando em quinto, afirmou ter conseguindo bons resultados junto de sua equipe.
 

O filho do tricampeão de Fórmula 1 Nelson fez seu segundo ano na categoria. A única diferença é que, até o ano passado, ainda levava o nome de GP3. Mas então, com três pódios e uma vitória, fechou o campeonato com 98 pontos.
 

Ao fazer um balanço de tudo o que foi feito com a Trident, comemorou o desfecho. “Fiquei feliz, decidi ficar na antiga GP3, a Fórmula 3, um time que não estava andando muito bem no começo do ano”, disse ao GRANDE PRÊMIO.

Pedro Piquet (Foto: Zak Mauger/GP3)

“Mas que conseguiu trazer os resultados e terminamos em quinto o campeonato, sendo que os três primeiros eram de um time só e em algumas corridas dava para ver que estavam um nível acima. Então fiquei feliz com meu desempenho e isso me possibilitou continuar brigando”, completou.
 

 

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

Fonte Oficial: Grande Prêmio

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do KartSP.

Comentários