Andar com o macacão de um lado para outro e um bonezinho na cabeça não são as únicas obrigações de um piloto perante a um patrocinador. O piloto necessita planejar ações de marketing em conjunto com o patrocinador. Essas ações vão desde a entrega de kits em dias de corridas até anúncios na mídia.

Porém antes das ações de marketing você precisa, claro, conquistar o patrocinador. Principalmente se você não tiver o tão conhecido “PAItrocínio”. Conquistar o dinheiro para correr é algo difícil, pois automobilismo é um esporte caro, mas não é impossível. Vamos as dicas:

 

  • Acostume-se a ouvir “não”. Siga em frente e não desista.
  • Tenha alguma característica como diferencial. Ser apenas rápido na pista não basta. É necessário ter personalidade.
  • Em algumas situações, ao invés de dinheiro, você pode tentar conseguir o produto final. Exemplo: fale com o dono do posto de gasolina para tentar o combustível de graça, com um mecânico para conseguir óleo, graxa e alguns equipamentos, com uma empresa de transporte para as suas viagens etc.
  • Destine uma parte dos seus gastos para o automobilismo. Exemplo: tente uma bolsa de estudos em sua escola, o dinheiro que iria para a escola você poderá investir no kart.
  • No início de carreira, a permuta também é muito utilizada. Exemplo: você pode prestar algum tipo de serviço para a empresa, em troca de dinheiro para correr.
  • Faça um pacote promocional (ação de marketing) para uma empresa e apresente como proposta de patrocínio.
  • Analise as ações de marketing de quem já está lá. Visite autódromos, kartódromos e equipes.
  • Converse bastante com as pessoas que já tem experiência no assunto.
  • Lembre-se que o patrocinador quer ver a marca dele na mídia ou na memória dos espectadores.