shadow

 

Em entrevista à NBC após a corrida, Newgarden, que ficou em oitavo, revelou um certo nervosismo pela possibilidade de perda do título, mas não conteve as lágrimas em um emocionado depoimento sobre o ano de 2019.

 

“Eu estava puto antes porque achei que jogamos o título fora no final, mas tenho que agradecer o time”, declarou o bicampeão. “Eles fizeram um grande trabalho o ano inteiro, não queria perder. Tentei ser o mais inteligente possível hoje, estou orgulhoso de todos. Vencemos a Indy 500 com Simon e agora o campeonato. Não poderia pedir mais nada, sou muito grato. Temos uma grande equipe. Estou tão feliz que chorei a última volta inteira. Ainda bem que acabou”, seguiu.

Josef Newgarden (Foto: Indycar)

Foram quatro vitórias e outros três pódios. É o segundo título de Newgarden em três anos de Penske, o time que sempre sonhou em correr desde a infância.

 

“Aconteceu muita coisa. Tive as melhores pessoas ao redor de mim. Não poderia pedir mais do que tenho. É sensacional estar vencendo corridas e pilotar por este time, é o meu sonho desde criança, então sou grato por tudo que fizeram por mim”. completou.

 

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

Fonte Oficial: Grande Prêmio

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do KartSP.

Comentários