shadow

A chuva foi determinante no desfecho do treino classificatório da Moto2 neste sábado (26). Instantes antes da virada do tempo, Jorge Navarro cravou 1min33s565 e, com a mudança nas condições de pista, não pôde mais ser alcançado.

 

Apesar do vai e vem climático, o treino da Moto2 começou com pista seca, mas as muitas nuvens no céu mantinham os pilotos em alerta. Na quarta das seis voltas que completou, Navarro registrou 1min33s565 e não foi mais incomodado.

 

0s321 mais lento, Brad Binder colocou a KTM no segundo posto, com Luca Marini aparecendo mais 0s048 atrás para completar a primeira fila do grid.

Jorge Navarro (Foto: Speed Up)

Só 0s002 mais lento que o #10, Fabio Di Giannantonio vai abrir a segunda fila, seguido por Jorge Martín. Com 1min34s041, Sam Lowes conquistou o sexto posto, mas vai largar em último, o que promove Álex Márquez a segunda fila.

 

Jesko Raffin aparece na sequência, escoltado por Marco Bezzecchi, Iker Lecuona e Tom Lüthi.

 

Primeiro entre os eliminados no Q1, Lorenzo Baldassarri vai largar em 18º, à frente de Bo Bendsneyder, Marcel Schrotter, Joe Roberts, Andrea Locatelli e Dominique Aegerter, que fez uma salvada no padrão ‘irmãos Márquez’ no instante final da sessão.

 

Neste sábado, dois pilotos entraram na pista sabendo que teriam de cumprir punição. Tetsuta Nagashami perdeu três posições no grid por ter derrubado um colega no GP do Japão, enquanto Sam Lowes foi enviado pelo Painel de Comissários da FIM (Federação Internacional de Motociclismo) para a última posição do grid por direção irresponsável ainda na sexta-feira.

 

O GP da Austrália de Moto2 está marcado para o sábado, às 23h20 (de Brasília). Acompanhe aqui a cobertura do GRANDE PRÊMIO.

Lowes avança ao Q2 na companhia de Gardner, Vierge e Marini

 

Apesar do vai e vem da chuva nesta tarde, a Moto2 começou a classificação com pista seca. Mas o frio se fazia presente: no início do Q1, os termômetros mediam 13°C, com o asfalto chegando a 19°C. A velocidade do vento era de 14 km/h.

 

Com 1min37s855, Phillip Oettl abriu a sessão no topo da tabela, 0s267 melhor que Xavi Vierge, o segundo colocado. Joe Roberts e Xavi Cardelus completavam o top-4, com Dominique Aegerter 0s043 abaixo da linha de corte.

 

Na sequência, Lorenzo Baldassarri cravou 1min35s425 e assumiu a ponta, com Roberts aparecendo 0s144 mais lento pelo segundo lugar. Remy Gardner e Vierge tinham provisoriamente as últimas duas vagas na fase seguinte.

 

Instantes mais tarde, Lowes foi a 1min34s357 e assumiu a ponta, 0s242 melhor que Gardner, o segundo colocado. Baldassarri e Bendsneyder tinham as últimas duas vagas para o Q2.

Marini, então, saltou para a quarta colocação, 0s415 mais lento que Lowes, no momento ideal, já que a chuva voltou a cair em Phillip Island. 

 

Assim, Lowes, Gardner, Vierge e Marini avançaram para a fase seguinte, enquanto Baldassarri vai largar em 19º, à frente de Bo Bendsneyder, Marcel Schrotter, Joe Roberts, Andrea Locatelli, Dominique Aegerter e Jake Dixon. 

 

Navarro encerra jejum e é pole em Phillip Island

Aprovados no Q1, Lowes, Gardner Vierge e Marini se juntaram aos 14 mais rápidos do fim de semana para brigar pela pole. 

 

Marco Bezzecchi abriu a sessão na ponta da tabela, 0s021 melhor que Fabio Di Giannantonio. Na volta seguinte, Luca Marini foi a 1min33s934 e assumiu a pole provisória, 0s004 melhor que Brad Binder, o segundo colocado.

 

Jorge Navarro apareceu na sequência para anotar 1min33s565 e tomar a liderança, 0s321 melhor que Binder. Marini caiu para terceiro, à frente de Fabio Di Giannantonio e Jorge Martín.

 

Com pouco mais de 5 minutos para o fim da sessão, as bandeiras de chuva voltaram a ser exibidas em Phillip Island. O que, aliás, vinha acontecendo de tempos em tempos neste sábado.

 

Desta vez, porém, a chuva ganhou corpo, impedindo qualquer novo ataque à pole-position. 


 

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

Fonte Oficial: Grande Prêmio

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do KartSP.

Comentários