shadow

Álex Márquez conseguiu brilhar na classificação da Moto2 para o GP da Grã-Bretanha. Neste sábado (24), o espanhol esperou os momentos finais para cravar a marca de 2min04s347 e ficar com a posição de honra do grid.
 

O Q1 foi bastante disputado na pista inglesa. Após muitas trocas de posição, quem acabou conquistando as quatro vagas para avançar para a fase final foram Marcel Schrötter, Brad Binder, Iker Lecuona e Stefano Manzi.
 

Então, no Q2 na Inglaterra, as coisas pareciam caminhar para uma pole-position para Augusto Fernández. O piloto foi o primeiro a marcar uma volta rápida nos últimos 15 minutos, se segurando até os instantes finais.
 

Mas então, o titular da Marc VDS decidiu jogar um balde de água fria na cabeça do adversário. Com um tempo 0s043 mais veloz que o segundo, é quem sai em primeiro. Jorge Navarro conseguiu se colocar no segundo posto, com Fernández fechando a primeira fila do grid.

 

O GP da Grã-Bretanha de Moto2 está marcado para o domingo, às 10h30 (de Brasília). Acompanhe aqui a cobertura do GRANDE PRÊMIO.

Álex Márquez (Foto: Marc VDS)

A Moto2 foi a última a ir para a pista para a classificação. Com o tempo ficando cada vez mais quente em Silverstone, quando a classe intermediária foi para a pista, o termômetro indicava 29ºC, com o asfalto chegando a 42ºC. Enquanto isso, o vento soprava a 10 km/h.
 

Ainda nos primeiros instantes do Q1, Xavi Cardelús e Joe Roberts acabaram se envolvendo em um incidente. Na curva 17, os pilotos acabaram se encontrando, com o #18 voltando empurrando a moto para os boxes, tentando fazê-la pegar.
 

Enquanto isso, as coisas seguiam pegando fogo no traçado. Com cinco minutos completados de sessão, os pilotos que avançavam para a fase final da tomada de tempos era Bendsneyder, Schrötter, Bezzecchi e Lecuona.
 

A marca a ser batida do ponteiro acabou mudando de mãos, indo para Marcel. O competidor a 2min05s119. Enquanto isso, Binder, Aegerter e Manzi eram os outros três nomes que garantiam a vaga ao Q2.
 

No final, quem acabou avançando para a fase final da tomada de tempos foi Schrötter, com Binder, lecuona e Manzi acompanhando o alemão.

 

O quarteto então se juntou a Navarro, Pasini, Gardner, Márquez, Fernández, Lowes, Lüthi, Marini, Baldassarri, Locatelli, Di Giannantonio, Vierge, Bulega e Nagashima para brigar pela pole-position inglesa.
 

Com os 15 minutos rodando, não demorou que quase todos os pilotos deixassem os boxes. Apenas Lecuona seguiu dentro da garagem da equipe, mesmo com quatro minutos de sessão completados.
 

Os primeiros tempos começaram a surgir na tabela, com Fernández, que anotou 2min04s587, apenas 0s087 mais veloz que Márquez, o segundo colocado. Navarro, Vierge e Marini completavam o top-5.


Perto do final, Márquez conseguiu tomar para si a pole provisória ao virar 2min04s347. Navarro vinha na cola do espanhol, com Fernández, Gardner, Vierge, Marini, Nagashima, Binder, Di Giannantonio e Lowes aparecendo na sequência.

Os últimos instantes ainda reservam um golpe de má sorte para Lüthi. O suíço, que estava em 12º, acabou sofrendo uma queda na curva 13, não conseguindo melhorar mais sua posição de largada.

Previsão do tempo para Silverstone
GP da Grã-Bretanha Silverstone

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

Fonte Oficial: Grande Prêmio

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do KartSP.

Comentários