shadow

Álex Márquez deu um passo importante na luta pelo título da Moto2. Em sua segunda chance de fechar o campeonato, o #73 foi dominante em Sepang na tarde deste sábado (2) e assegurou a pole-position para o GP da Malásia.
 

Tom Lüthi abriu o Q2 no topo da tabela, mas, com a ameaça de chuva pairando no ar, Márquez foi rápido em saltar para ponta ao registrar 2min05s244. E, apesar da estabilidade climática, ninguém conseguiu melhorar o bastante para tomar a posição de Álex.
 

Assim, o piloto da Marc VDS larga na frente, 0s151 mais rápido que Tetsuta Nagashima. Rival pelo título, Brad Binder ficou com o terceiro posto, 0s315 mais lento que o espanhol.
 

Xavi Vierge abre a segunda fila, à frente de Lüthi, o vice-líder do campeonato. Jorge Martín vem em sexto, seguido por Sam Lowes, Marcel Schrötter, Remy Gardner e Luca Marini.
 

Ainda vivo na briga pelo título, Jorge Navarro sofreu uma queda na curva 11 ainda nos primeiros minutos da sessão, mas conseguiu voltar para anotar o 15º tempo. Somkiat Chantra fez a 18ª marca, mas vai sair mais atrás, por conta de uma punição de três posições.
 

Barrado no Q1 por apenas 0s082, Nicolò Bulega vai largar em 19º, à frente de Andrea Locatelli, Marco Bezzecchi, Lorenzo Baldassarri, Bo Bendsneyder, Dominique Aegerter, Joe Roberts, Mattia Pasini, Dimas Ekky Pratama, Jake Dixon, Phillip Oettl, Lukas Tulovic, Adam Norrodin e Xavi Cardelus.

O GP da Malásia de Moto2 está marcado para o domingo, às 2h20 (de Brasília). Acompanhe aqui a cobertura do GRANDE PRÊMIO.

Álex Márquez (Foto: Marc VDS)

Q1

A Moto2 seguiu a Moto3 na pista para realizar a sua classificação para a prova malaia. Quando os pilotos foram ao traçado para o Q1, a temperatura havia aumentado ligeiramente, marcando 31 ºC e o asfalto batendo 43ºC. O vento não soprava no momento.
 

Os pilotos que teriam que passar pela primeira fase da tomada de tempo eram Chantra, Pasini, Locatelli, Baldassarri, Raffin, Bulega, Fernández, Aegerter, Roberts, Manzi, Dixon, Bendsneyder, Bezzecchi, Pratama, Norrodin, Tulovic, Öttl e Cardelús.
 

Bandeira verde e os competidores estavam liberados para deixar os boxes e irem para a pista. Os quatro primeiros pilotos que garantiam temporariamente as vagas ao Q2 eram Chantra, Manzi, Aegerter e Pasini.
 

A ordem com metade da sessão completada estava com Manzi na ponta, puxando Chantra, Fernández, Bulega, Baldassarri, Bendsneyder, Locatelli, Bezzecchi, Aegerter, Roberts, Pasini, Rakkin, Pratama e Tulovic.
 

Enquanto isso, Somkiat vivia um verdadeiro revés. Após se colocar entre os mais velozes, o piloto acabou sofrendo uma queda na curva 9, tentando voltar para o traçado antes do final do treino.
 

Outro piloto que também acabou indo ao chão foi Stefano. O competidor caiu na curva 2, mas teve menos problemas para subir de volta na moto e voltar ao traçado.
 

Fernández, com 2min05s897, Manzi, com 2min05s956, Chantra, em 2min06s061 e Bulega, com 2min06s143, conseguiam as vagas para ir ao Q2 com a bandeira quadriculada. Mas Raffin trataria de se colocar em terceiro, tirando Niccolò do top-4.

 

Q2

O quarteto então se juntou a Binder, Márquez, Nagashima, Gardner, Lüthi, Martín, Vierge, Navarro, Lecuona, Schrötter, Lowes, Bastianini, Marini e Di Giannantonio para brigar pela pole-position.
 

Antes de anotar seu melhor tempo, Navarro sofreu um verdadeiro revés. O espanhol acabou levando um tombo na curva 11, atrapalhando sua briga pelas posições da ponta. Mas o #9 logo conseguiu voltar para a pista.
 

Com cinco minutos completados, Lüthi era quem sustentava a pole provisória com 2min05s859. Nagashima, Martín, Di Giannantonio e Márquez completavam o top-5 do momento.
 

Mas o titular da Marc VDS logo trataria de bater a marca do suíço para assumir a ponta da tabela. O #73 cravou 2min05s244, com seu companheiro Vierge vindo logo no segundo posto.
 

Na reta final da sessão, Márquez puxava o pelotão, com Nagashima, Binder, Vierge, Martín, Lowes, Schrötter, Lüthi, Gardner, Marini, Di Giannantonio, Lecuona, Manzi e Bastianini compondo o grid.

A bandeira de chuva mais uma vez se fez presente no circuito malaio. Com o cronômetro quase zerado, os pilotos caminhavam para suas últimas voltas rápidas. O objetivo era bater o tempo de 2min0s244.
 

No fim, quem ficou com a pole-position foi Márquez. Nagashima e Binder largam ao lado do espanhol fechando a primeira fila. Vierge, Lüthi e Martín aparecem logo atrás.

Moto2 2019, GP da Malásia, Sepang, Grid de largada:

 

1 A MÁRQUEZ Marc VDS Kalex 2:05.244    
2 T NAGASHIMA SAG Kalex 2:05.395 +0.151  
3 B BINDER Red Bull KTM Ajo 2:05.559 +0.315  
4 X VIERGE Marc VDS Kalex 2:05.695 +0.451  
5 T LÜTHI Intact Kalex 2:05.714 +0.470  
6 J MARTÍN Red Bull KTM Ajo 2:05.731 +0.487  
7 S LOWES Gresini Kalex 2:05.735 +0.491  
8 M SCHROTTER Intact Kalex 2:05.792 +0.548  
9 R GARDNER SAG Kalex 2:05.888 +0.644  
10 L MARINI VR46 Kalex 2:05.938 +0.694  
11 F DI GIANNANTONIO Speed UP 2:05.956 +0.712  
12 I LECUONA American KTM 2:05.959 +0.715  
13 S MANZI Forward MV Agusta 2:06.070 +0.826  
14 E BASTIANINI Italtrans Kalex 2:06.077 +0.833  
15 J NAVARRO Speed UP 2:06.126 +0.882  
16 J RAFFIN Intact Kalex 2:06.308 +1.064  
17 A FERNÁNDEZ PONS Kalex 2:06.515 +1.271  
18 N BULEGA VR46 Kalex 2:06.143 +0.899  
19 A LOCATELLI Italtrans Kalex 2:06.263 +1.019  
20 M BEZZECCHI Tech3 KTM 2:06.267 +1.023  
21 S CHANTRA Team Tady Kalex 2:06.807 +1.563 P+3
22 L BALDASSARRI PONS Kalex 2:06.324 +1.080  
23 B BENDSNEYDER RW NTS 2:06.363 +1.119  
24 D AEGERTER Forward MV Agusta 2:06.510 +1.266  
25 J ROBERTS American KTM 2:06.746 +1.502  
26 M PASINI Tasca Kalex 2:06.924 +1.680  
27 D PRATAMA Team Tady Kalex 2:07.058 +1.814  
28 J DIXON Angel Nieto KTM 2:07.245 +2.001  
29 P OETTL Red Bull KTM Ajo 2:07.756 +2.512  
30 L TULOVIC Kiefer KTM 2:07.764 +2.520  
31 A NORRODIM SIC Kalex 2:07.851 +2.607  
32 X CARDELUS Angel Nieto KTM 2:08.432 +3.188  
           
REC M OLIVEIRA Red Bull KTM Ajo 2:06.952 157.1 km/h  
MV B BINDER Red Bull KTM Ajo 2:04.769 159.9 km/h  
           
  Condições do tempo PISTA SECA   ar: 29ºC | pista: 40ºC  

SEPANG WEATHER



 

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

Fonte Oficial: Grande Prêmio

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do KartSP.

Comentários