shadow

  Ouça no Spotify
  Ouça no iTunes
  Ouça no Android
  Ouça no playerFM

“Aos 23, eu dizia que queria parar aos 27, porque eu já teria passado muitos anos nesse mundo. Agora, tenho 32 e ainda estou aqui. Temos de pensar ano a ano”, comentou.


 


Questionado, então, sobre o que o mundo das motos lhe deu e lhe tirou, Jorge brincou: “Tirou um pedaço pequeno do meu dedo na mão esquerda”.


 


“Com certeza, me tirou momentos de diversão com os amigos, momentos de lazer. Eu tive de treinar e me sacrificar, mas até mesmo as pessoas normais se sacrificam todos os dias em seus ambientes de trabalho”, lembrou. “Uma vida perfeita é impossível. Eu tive muita sorte”, reconheceu.


 


Por fim, Lorenzo reconheceu que é difícil enfrentar sua atual seca de vitórias, mas considerou que tem sorte.


 


“É difícil, mas tem coisas piores na vida”, ponderou. “Mais uma vez, tudo depende da perspectiva com que você olha para as coisas. Eu sei, porém, que tenho sorte, mesmo que não possa mirar a vitória agora”, concluiu.

O GP da Itália de MotoGP está marcado para o domingo, às 9h (de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO.


 




Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

Fonte Oficial: Grande Prêmio

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do KartSP.

Comentários

Posts Relacionados