shadow
Em sua 14ª temporada, a Copa São Paulo Light vive em 2016 um ano de grande competitividade e, acima de tudo, valorização dos pilotos e equipes que fazem da competição uma das mais importantes do país.

Com sua fórmula baseada em motores sorteados e preços justos de participação, o campeonato se tornou ao longo dos anos uma verdadeira referência para competidores não apenas do Estado de São Paulo, mas de todo o Brasil, que buscam em suas provas a preparação ideal para as competições nacionais.

Ao longo de sua sólida história, um dos diferenciais do Light é exatamente o de valorizar os competidores e suas equipes com premiações valiosas e atrativas que, com isso, acabam gerando um interesse ainda maior no campeonato. Desde carros e motos ‘0’ km, oferecidos nas primeiras temporadas, um evento inteiro gratuito como o GP RBC ou mesmo o oferecimento para disputas gratuitas no SKUSA, como aconteceu nesta temporada, o Light sempre valorizou seus participantes.

Nesta temporada, reeditando um benefício que já havia sido oferecido em anos anteriores, a cada rodada são sorteados pilotos que recebem, no momento do pódio, a isenção de inscrição e de aluguel de motor para a etapa seguinte, além de um jogo de pneus nas categorias Cadete e Super Sênior. Somados os valores já oferecidos apenas nas rodadas que já aconteceram, o valor da premiação do Light já ultrapassa os R$ 50 mil levando-se em conta apenas estes benefícios.

Porém, na etapa deste mês de agosto três pilotos foram premiados com a participação gratuita no SKUSA Supernationals, que acontecerá entre os dias 16 e 20 de novembro, em Las Vegas. Isoladamente, apenas esta premiação do SKUSA tem um valor aproximado de R$ 60 mil e foi direcionada para os pilotos das categorias Júnior Menor, Júnior e Super Sênior.

Rafael Cançado, diretor da RBC Preparações, comentou a iniciativa. ‘Em nossa concepção não existe forma mais justa de premiar alguém tomando-se por base aquelas pessoas que, efetivamente, lhe apoiam. Para nós é muito gratificante premiar os pilotos que participam regularmente das provas do Light e, com isso, se sentem cada vez mais valorizados ao entrarem na pista para buscar suas vitórias. Sabemos que o nosso esporte envolve valores altos para a participação em competições de alto nível. Porém, a gentileza e o carinho de oferecermos algo em troca para cada um desses pilotos foi algo que sempre nos moveu a conseguirmos benefícios em favor deles’, disse.

A premiação do SKUSA 2016 na Copa São Paulo Light de Kart foi um oferecimento da RBC Motorsport em conjunto com a IAME e a MG Tires. Os pilotos irão competir pela equipe brasileira NF Sports utilizando chassis Ital Kart e motores IAME.

Confira abaixo quem foram os pilotos premiados na última etapa:
#Cadete
-Inscrição = 999 – Arthur Gama
-Pneu= Lucas Mendes

#Júnior Menor
-Inscrição = 04 – Pedro Baldy
-Motor = 71 – Gabriel Crepaldi

#Júnior
-Inscrição = 118 – Christian Fliter
-Motor = 117 – Nicolas Fliter

#Sprinter
-Inscrição = 74 – Vitor Reggi
-Motor = 43 – João Renato Corbellini

#Graduados
-Inscrição = 818 – Arthur Leist

#Sênior
-Inscrição = 71 – Lucas Salles
-Motor = 333 – Andre Neves

#Super Sênior
-Inscrição = 29 – Christiano Mattheis
-Motor = 26 – Sergio Verdi
-Pneu= Renato Russo

#F4
-Inscrição = 27 – Keka Teixeira
-Motor = 77 – Abel Reigada

Foto: Divulgação (Flávio Quick)

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do KartSP.

Comentários