shadow
Partindo para o segundo ano na Ferrari, Charles Leclerc voltou a elogiar o companheiro de equipe Sebastian Vettel. O clima no time italiano ficou quente após o acidente entre ambos no GP do Brasil, mas o gerenciamento de crise por parte da escuderia e dos pilotos ajudou a colocar panos quentes na situação.

 

Em participação na Autosport International Show, neste domingo, Leclerc revelou que ainda tem muito a aprender com o tetracampeão, e que a relação de trabalho dos dois é muito boa.

 

“Eu aprendi muito, muito mesmo. Ele é extremamente profissional e vai muito nos detalhes, além de ser uma pessoa bem legal. Trabalhamos bem juntos. É claro que tivemos nossos momentos na pista, nos quais aprendemos e esperamos que situações como no Brasil não aconteçam novamente”, comentou Leclerc.

Sebastian Vettel e Charles Leclerc se chocam em Interlagos (Foto: Reprodução)

Em 2019, Leclerc venceu o confronto interno contra Vettel, com duas vitórias contra uma do alemão. O monegasco também citou a maturidade apresentada pela dupla fora da pista.

 

“Eu acho que, no fim, somos maduros o suficientes fora do carro para trabalhar juntos e tentar desenvolver na direção certa. Do jeito que ele trabalha com o time e os engenheiros, aprendi muito e ainda tenho o que aprender”, completou.

 

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

Fonte Oficial: Grande Prêmio

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do KartSP.

Comentários