shadow

A primeira etapa da temporada 2015 do KantanKart, realizada no último fim de semana, no Kartódromo Arena Brasil Kirin, em Itu (SP), cumpriu à risca as expectativas criadas nos últimos meses e apresentou boas disputas nas quatro categorias. Pilotos de diversas partes do Brasil e do exterior estiveram na pista em busca das vitórias pelos 1.240 metros do circuito ituano. Nicolas Fabris (Cadete), Felipe Baptista (U-13), Vinicius Papareli (TOP) e Kevin Langschwager (Iame 125cc) foram os vencedores da primeira etapa. Com diversas atividades na pista, o KantanKart demonstrou que a nova configuração técnica proporcionou um fim de semana muito competitivo.

O domingo amanheceu com clima instável e a tomada de tempo foi disputada debaixo de forte chuva. Porém, ao longo do dia a chuva deu uma trégua, mas as primeiras corridas ainda foram realizadas com pista molhada. Na categoria Cadete, o nome do fim de semana foi Nicolas Fabris, que venceu a primeira bateria sem dificuldades e terminou a segunda prova no segundo posto, atrás de João Victor Silva. Os resultados deram ao piloto a vitória na geral. “Fiquei muito feliz com a vitória. A primeira prova foi relativamente tranquila e me mantive na ponta o tempo todo. Na segunda, larguei bem, mas fui ultrapassado pelo João. Mesmo assim, continuei firme em busca do objetivo, que era a vitória na somatória. Foi um ótimo fim de semana”, disse Fabris.

Vinicius Papareli venceu duas das três corridas da categoria TOP. O piloto liderava a primeira prova, mas teve problemas devido à pista molhada e deixou de brigar pela vitória. “De maneira geral, foi um resultado muito bom. O campeonato está muito competitivo e isso é muito bom para nos avaliarmos em relação aos demais. Venci duas provas com dificuldades e poderia ter vencido as três, mas estou feliz pelo trabalho que fizemos e, principalmente, pela vitória na primeira etapa”, afirmou o piloto.

Na U-13, quem se deu melhor foi Felipe Baptista, que teve um duelo muito interessante com Thiago Oliveira e terminou em primeiro. “Foi muito bom. As corridas foram muito disputadas e estou feliz com nosso fim de semana. Não tivemos problemas com o kart e conseguimos fazer uma corrida firme contra nossos adversários. Gostei do Kantan, o kart é muito rápido, aponta bem nas curvas e se comporta bem nas corridas”, explicou Baptista, irmão de Vitor Baptista, campeão da F3 Brasil Light no ano passado.

Já na categoria Iame 125cc, a briga ficou entre um brasileiro e dois peruanos. Maique Papareli travou uma boa disputa com Kevin Langschwager e Rodrigo Pflucker. Papareli e Langschwager venceram as duas corridas, mas o peruano levou a melhor na geral e saiu como vencedor da etapa. Pflucker foi o segundo e Papareli, o terceiro. “Gostei demais do conceito técnico e esportivo do KantanKart. Vejo que os pilotos brasileiros são muito bons. Eles são mais agressivos que os peruanos e isso deixa as corridas muito competitivas. O chassi Bravar é excelente. A organização está de parabéns”, afirmou o vencedor.

Team Peru

Uma das grandes atrações do fim de semana foi a presença do Team Peru, formado por seis pilotos do país nas quatro categorias. O sexteto fez bonito e um deles, Kevin Langschwager, saiu como vencedor na categoria Iame 125c. Para o representante do time, Eduardo Espejo, o KantanKart tem tudo para se estabelecer como um grande campeonato sul-americano. “O nível técnico do Kantan é muito bom e o esporte é forte no Brasil. No Peru, não temos tantos pilotos devido à falta de tradição no kartismo. Além disso, temos poucas pistas e isso atrapalha o desenvolvimento de jovens talentos. Por isso, optamos em trazê-los ao Brasil. Viemos com seis pilotos e queremos levar 12 para a próxima etapa. Queremos fazer um plano de carreira para eles, que inclui o kart, a F4 Sul-americana e a F-Renault na Europa”, afirmou Espejo.

Para o promotor do campeonato, Walter Savaglia, o KantanKart se consolidou no cenário do kartismo brasileiro com um conceito próprio. “Foi uma etapa muito boa, que atingiu nossas expectativas. O Kantan é hoje um campeonato feito por gente séria, competente, que tem grande experiência no esporte a motor no Brasil. O Speed Team, formado por nós do KantanKart, mais a presença de Ricardo Tedeschi e do Carlos Lua Mauro, está trabalhando para desenvolver o kartismo da melhor maneira possível. O piloto que corre aqui ganha prêmios, descontos nas categorias superiores, se for campeão, e tem um plano de carreira. Aqui ele tem resultado e um planejamento de redução de custos”, sintetizou Savaglia.

“As expectativas para a próxima etapa continuam bem altas. Devemos ter mais pilotos do Brasil e da América do Sul. Com o tempo, podemos ter uma competição sul-americana em todas as categorias”, disse o promotor. A próxima etapa do KantanKart será realizada dia 19 de abril, também no Kartódromo Arena Brasil Kirin, em Itu. Serão seis etapas (um descarte) e três Copas (uma rodada dupla), totalizando 10 eventos no ano. Na categoria Cadete, os chassis serão livres e a Birel Sudam cederá os equipamentos da Bravar, caso o piloto queira.

O KantanKart é promovido pela MMKT Sports Marketing, conta com supervisão da Federação de Automobilismo de São Paulo (FASP), patrocínio da Gluby Fair Trade and Fashion, PlayTV, fornecimento de chassis Bravar/Birel Sudam, motores da RBC e apoio da Cartone Design, X-Trax, Wurth do Brasil, Starret, Ituano Motor Sport Club, Speed Team, F4 Sul-americana e MediaOne Communications, agência de comunicação do KantanKart.

Classificação do campeonato:

Cadete
1) Nicolas Fabris – 12 pontos
2) João Victor Silva – 9 pontos
3) Eduardo Espejo – 8 pontos
4) Rafael Dias – 7 pontos
5) Christian Gremenhud – 6 pontos
Pole: Nicolas Fabris

U-13
1) Felipe Baptista – 10 pontos
2) Thiago Oliveira – 9 pontos
3) Enzo Sá – 7 pontos
Pole: Thiago Oliveira

TOP
1) Vinicius Papareli – 11 pontos
2) Mateo Delgado – 8 pontos
3) Gabriel Paturle – 7 pontos
4) Bruna Genoín – 6 pontos
5) Diego Ferro – 5 pontos
Pole: Vinicius Papareli

Iame 125cc
1) Kevin Langschwager – 11 pontos
2) Rodrigo Pflucker – 9 pontos
3) Maique Papareli – 9 pontos
4) Richard Navarro – 7 pontos
5) Gue Marques – 6 pontos
Pole: Maique Papareli

Foto: Domingo começou com chuva, mas rapidamente o sol apareceu em Itu – (Sydnei Silveira)

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do KartSP.

Comentários