shadow

O fim de semana do GP da Itália confirmou a impressão que a corrida anterior, em Spa-Francorchamps, já havia deixado. Charles Leclerc é hoje o protagonista da Ferrari e um dos principais nomes da F1. Em contrapartida, Sebastian Vettel, dono de grande história como tetracampeão mundial, não merece mais ser o primeiro piloto em Maranello. 

 

A má fase do alemão o torna meramente um coadjuvante, posto ocupado até o ano passado por Kimi Räikkönen dentro da Ferrari. A opinião é de Fernando Silva no GP às 10 desta manhã de terça-feira (10).

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

Fonte Oficial: Grande Prêmio

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do KartSP.

Comentários