shadow

A Grande Final, no autódromo paulistano, esteve rodeada de grandes histórias. Uma das mais legais foi que quem deu a bandeirada final da corrida foi Washington Bezerra, chefe de equipe de Chico Serra, também tricampeão da categoria.
 

O pai do mais novo tri da principal categoria do automobilismo brasileiro conseguiu seus três canecos de forma seguida. Os anos das conquistas foram 1999, 2000 e 2001, primeiro com o Ômega, depois com o chassi tubular e, por último, com o motor V8.

Washington Bezerra, nome histórico da Stock Car, deu a bandeirada em Interlagos (Foto: Duda Bairros/Vicar)

E a história se repetiu neste final de semana. Chico, defendendo a WB Racing, teve Bezerra como chefe de todos os seus títulos. Enquanto isso, chegando à Eurofarma em 2017, Daniel encaixou muito bem com Rosinei Campos e também conquistou todos os canecos ao lado de ‘Meinha’.
 

Neste domingo, a corrida foi bastante emocionante em Interlagos. Thiago Camilo largou em segundo, enquanto Daniel foi apenas o sétimo. No final, o titular da Ipiranga garantiu o triunfo, mas a segunda colocação do piloto #29 foi o suficiente para coroar o ano bastante regular.
 

 

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

Fonte Oficial: Grande Prêmio

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do KartSP.

Comentários