shadow

A 16ª Copa Brasil de Kart foi encerrada no último fim de semana em Itumbiara, no interior de Goiás. Diante de condições climáticas extremas os quase 140 competidores que estiveram no evento tiveram, literalmente, de suar o macacão em busca das vitórias.

Vivendo um momento ímpar em sua carreira o piloto catarinense Anderson Faita (Kart Mini | RBC | MO Competições), após se dedicar muito em treinos particulares antes do evento, encarou o desafio de participar do Campeonato em duas categorias – Sênior “A” e Super Sênior. Com empenho e dedicação o piloto de 42 anos mostrou que, apesar de não ser mais tão jovem, teve fôlego de sobra para disputar o título das duas classes em igualdade de condições com os principais concorrentes do país.

PARTICIPAÇÃO FRUSTRADA NA SÊNIOR “A”

Consciente do grande desafio que havia se colocado, o piloto e sua equipe traçaram uma estratégia do menor desgaste possível antes das tomadas de tempos para manter uma reserva energética em seu corpo. Assim, nos dois primeiros treinos da categoria Sênior “A” Faita nem mesmo entrou na pista. Na tomada de tempos, então, com a marca de 45s100 ele garantiu a pole-position pela mínima diferença de dois milésimos para o segundo colocado.

Nas duas corridas classificatórias, buscando se poupar assim como ao equipamento, ele tinha como estratégia se manter entre os quatro primeiros. Assim, com um quarto e um terceiro lugar nas classificatórias, ele perdeu sete pontos garantindo, com isso, a segunda posição do grid da final. Na última e decisiva corrida, então, ele se posicionou bem na largada e seguiu para lutar pelo título. Tranquilo, ele completou a primeira volta e, ao abrir o segundo giro, teve seu kart atingido em cheio por um outro concorrente.
Neste momento, com o kart completamente empenado, Faita foi obrigado a dar adeus às disputas da Sênior “A”.

DOMÍNIO ABSOLUTO NA SUPER SÊNIOR

A participação de Faita na Super Sênior, porém, foi recompensadora. O piloto dominou todas as atividades do evento desde treinos livres, aquecimentos e corridas com uma única exceção, em um dos treinos, que ele ficou com o segundo posto por uma diferença de um milésimo para o primeiro lugar.

Faita, estreando um contrato firmado com a Kart Mini, levou o kart preto e amarelo ao topo do pódio da Copa Brasil de Kart 2014. As disputas, apesar de parecerem simples, foram bastante acirradas nas baterias classificatórias e, na final, ele travou uma batalha bastante difícil contra o multicampeão Renato Russo. Porém, com tranquilidade, ele conseguiu se manter na liderança e, ao fim das 20 voltas, comemorou muito o seu título.

“Quero agradecer muito a todos que me apoiaram nesta caminhada. Não foi fácil, o calor estava extenuante, mas, me preparei muito e consegui em parte atingir o meu objetivo. Infelizmente o título da Sênior “A” não veio, mas, a conquista na Super Sênior coroou um trabalho bastante focado em que fizemos nos últimos 90 dias. Agradeço muito à Kart Mini pela nova parceria, à RBC Preparações pelos excelentes motores e, finalmente, ao Miguel Oliveira e todos da equipe pelo carinho e dedicação durante toda a semana. Esse título é de todos nós”, comentou o piloto.

Faita embarcou nesta segunda-feira, dia 13, para Le Mans, na França. Lá, junto a outros quatro pilotos, ele defenderá as cores da bandeira brasileira no Mundial de Kart X30 World. A competição, realizada anualmente pela fábrica de motores IAME, reunirá quase 300 pilotos de todas as partes do mundo em busca de um dos mais cobiçados títulos do planeta.

Foto: Mário Ferreira

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do KartSP.

Comentários