shadow

O fim de semana marcou o retorno de Gianluca Petecof às pistas na F4 Alemã na etapa de Spielberg. O brasileiro da Academia Shell Racing marcou pontos na Áustria. E por aqui, Gabriel Crepaldi e Felipe Baptista voltaram a mostrar soberania na Copa SP Light de Kart com seis vitórias em seis baterias disputadas no último sábado

A Academia Shell Racing teve muitos motivos para comemorar neste último fim de semana de competições. Se Lico Kaesemodel voltou ao topo do pódio e Gaetano di Mauro manteve a escrita com bons resultados na Porsche Carrera Cup em Interlagos, Felipe Baptista e Gabriel Crepaldi varreram a concorrência na quinta etapa da Copa SP Light de Kart. Outra boa notícia foi a volta de Gianluca Petecof às pistas com a disputa da rodada tripla da F4 Alemã no circuito Red Bull Ring, em Spielberg, na Áustria.


 


No Kartódromo da Aldeia da Serra, a Academia Shell Racing obteve 100% de aproveitamento, com seis vitórias nas seis baterias disputadas no último sábado. Na classe Júnior, Gabriel Crepaldi viveu um fim de semana irrepreensível: pole-position e vitória de ponta a ponta na primeira corrida; um show na segunda bateria, de onde largou em quarto, caiu para quinto e obteve incrível recuperação; e na terceira disputa, novamente com triunfo de ponta a ponta.


 

Em ótima fase e já na preparação para o Campeonato Brasileiro, que acontece em julho no Kartódromo da Granja Viana, Crepaldi comemorou muito sua performance.


Gabriel Crepaldi teve um aproveitamento de 100% no Kartódromo de Aldeia da Serra (Foto: Bruno Gorski)


“Estou muito feliz. É uma sensação maravilhosa ter conseguido as três vitórias. Estou muito satisfeito com o trabalho que a equipe realizou e com o desempenho do nosso novo chassi. Vamos com tudo”, festejou o jovem de 14 anos.


 


Quem também atravessa grande fase nos kartódromos do Brasil é Felipe Baptista. Em um ano de muita força após subir para a classe Graduados, o paulista teve outro grande desempenho no fim de semana e repetiu o feito de Crepaldi ao varrer a concorrência para emendar três vitórias na Aldeia da Serra.


 

Na primeira corrida, o piloto de 15 anos largou em quinto e encaixou bela recuperação após um problema na largada. Felipe escalou o pelotão e logo encostou nos líderes. Com uma bonita manobra de ultrapassagem, Baptista levou seu kart à primeira posição, que lhe seria habitual na sequência do dia. Na segunda bateria, o piloto novamente largou em quinto, mas ganhou as posições com ainda mais tranquilidade, assumiu a liderança e chegou a abrir mais de 10s para o segundo colocado, vencendo com autoridade.


Felipe Baptista viveu um fim de semana praticamente perfeito na Copa SP Light de Kart (Foto: Jackson Souza)


Por fim, na última bateria do dia, Baptista largou na pole-position. Caiu para segundo no começo da prova, mas andando sempre próximo ao líder. Na hora certa, Baptista deu o bote, levou seu #121 novamente à liderança da prova. Mesmo após o radiador ter escapado do seu kart no fim, o piloto resistiu ao problema e viu novamente a bandeira quadriculada na frente, coroando um fim de semana soberano.


 


“Foi sensacional. Larguei em primeiro na última corrida, mas caí para segundo. Depois de algumas voltas, assumi a liderança e abri uma boa vantagem, mas meu radiador acabou soltando e raspando no chão. Consegui encaixá-lo numa posição que não raspasse e não fizesse perder rendimento. Foi muito bom, consegui abrir uma boa distância no campeonato. Vou focar no Brasileiro para tentar mais esse título”, comemorou.


 


 


De volta


 


O fim de semana também marcou o retorno de Gianluca Petecof às corridas. O paulista, membro da Academia Shell Racing e também da Academia de Pilotos da Ferrari, ficou fora da etapa de Monza, válida pela F4 Italiana, por conta de uma lesão nas costas, sofrida durante testes coletivos em Adria. Mas o jovem de 15 anos conseguiu obter a liberação médica e já acelerou no fim de semana no Red Bull Ring, pela quarta das sete rodadas triplas da F4 Alemã.


 

Não foi uma jornada fácil para o brasileiro que, ainda assim, conseguiu somar pontos para o campeonato ao terminar a primeira corrida em sétimo. Petecof partiu da nona posição, ganhou uma colocação na largada e se manteve durante quase toda a disputa em oitavo. Na antepenúltima volta, Gianluca superou seu companheiro de equipe na Prema, Olli Caldwell, para cruzar a linha de chegada em sétimo, marcando seis tentos.


Gianluca Petecof voltou a acelerar neste fim de semana e marcou pontos na F4 Alemã (Foto: Prema Powerteam)


A segunda disputa foi mais difícil por conta de uma falha na largada, onde estava em quinto no alinhamento inicial. Petecof ficou para trás e teve de remar para se recuperar. Entretanto, com três voltas para o fim, o brasileiro foi vítima de um contato e abandonou. Na corrida final, Gianluca largou em 16º e enfrentou problemas ao longo da prova. Mas conseguiu cruzar a linha de chegada em 17º.


 


No sábado, quando fez suas primeiras corridas, Gianluca destacou sua volta às pistas e o aprendizado em razão do erro cometido na corrida 2.


 


“Foi um dia de nova ambientação ao carro depois da ausência em Monza. Depois de uma positiva primeira corrida, largando em nono, saí bem, recuperei duas posições e acabei em sétimo. E depois de uma boa segunda classificação, deixei o carro morrer na largada e fiquei para trás. Depois, me recuperei e fui tirado da prova faltando três voltas, mas tiramos de hoje boas lições”, comentou.


 


O próximo desafio de Gianluca Petecof vai ser a etapa de Misano pela F4 Italiana entre 16 e 17 de junho. Já pela F4 Alemã, o piloto da Academia Shell Racing corre novamente entre 21 e 22 de julho, em Hockenheim, na etapa que vai servir como preliminar do GP da Alemanha de F1.

CONFLITO À VISTA?

NOVA EQUIPE DE LORENZO, HONDA É TODA MOLDADA PARA MÁRQUEZ


Fonte Oficial: Grande Prêmio

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do KartSP.

Comentários

Posts Relacionados